Genéricos em Vendas podem causar graves Efeitos Colaterais

CUIDADO! Genéricos em vendas podem causar
graves efeitos colaterais.

Quando você tem isso em sua loja, certamente seus resultados serão sempre abaixo do desejado. Em alguns casos acabam gerando grandes prejuízos.

Para não correr riscos e nem ficar no prejuízo, prescrevo e recomendo só os 'de marca'. Hoje em dia, com essa recessão econômica, não há espaço para se pensar em 'vendedores e principalmente em gerentes genéricos', mas sim, somente naqueles, que com certeza darão resultados positivos e imediatos, fazendo até superar as metas estabelecidas de suas vendas. Posicione-se!!!


NOTA: Leia também:

1- Um NÃO ao Vendedor Genérico!!!
http://www.artedevender.com.br/2015/02/a-arte-de-atender-e-vender-um-nao-ao-vendedor-generico.html

2- Gerente Genérico. Isso Hoje já Era!!!
http://www.artedevender.com.br/2016/04/gerente-generico-isso-hoje-ja-era-atendimento-vendas-e-lideranca.html
LEIA O ARTIGO COMPLETO

A Importância do Inglês no Cotidiano e no Mercado de Trabalho

A importância do inglês no cotidiano e principalmente no mercado de trabalho é total. Falar inglês, há muito tempo, deixou de ser desejável para se tornar obrigatório nas empresas no mundo inteiro. E não estou falando apenas das multinacionais.

O mercado de trabalho tem exigido cada vez mais dos profissionais em busca de destaque nas organizações em que atuam. Um dos fatores decisivos é o conhecimento avançado do idioma inglês. Há algum tempo, o inglês deixou de ser um diferencial para o candidato e passou a ser requisito para as organizações no momento da contratação.

A língua inglesa é imprescindível nos dias atuais, pois a globalização faz com que se torne algo fundamental. Palavras e termos já se tornaram comuns e são frequentemente usadas e empregadas de maneira imperceptível em nosso dia a dia.

Apenas alguns simples exemplos: jeans, shopping center, pet shop, lan house, pit stop, pen drive, notebook, laptop, palmtop, internet, web site, windows, word, download, big, delivery, baby, stress, look, fast food, fashion, e-mail, messenger, outdoor, hot dog, milkshake, light, hamburger, drink, happy hour, diet, light, fitness, crazy, show, rock, design, e por ai vai...

O Inglês é a língua internacional, a língua universalO inglês é a língua da internet, dos estudos, das viagens, dos negócios, da música mundial, do cinema internacional, da aviação, da navegação e toda tecnologia de ponta. É ainda a língua oficial dos documentos, dos grandes eventos, encontros científicos, congressos, seminários, simpósios e da mídia em geral. Enfim, é a língua da comunicação com todo o mundo.

Você não precisa falar necessariamente chinês para fechar negócios na China ou em nenhum outro lugar. Inúmeras conversas e negócios com pessoas que estão na China, Coreia, Egito, Israel, Índia, Vietnam e outros países são negociados sem precisar que a pessoa se preocupe com a língua local do país com o qual está falando.

O inglês é a língua que liga todas pessoas de diversos países e culturas. Não importa o seu país de origem, no mundo dos negócios internacionais, na mesa de negociação entre empresas e instituições de diferentes países, os negócios são fechados em inglês. Se você fala inglês, você se comunica com o mundo.

Lembre-se: Mesmo que o candidato não vá utilizar o Inglês ou vá utilizar muito pouco em seu novo emprego, somente o fato de saber Inglês, já é um diferencial em seu currículo. Segundo pesquisas, falar o inglês aumenta em até setenta por cento a sua chance de conseguir e manter uma posição de destaque no cada vez mais disputado mercado de trabalho. Posicione-se!!!
LEIA O ARTIGO COMPLETO

Como Piorar ainda mais suas Vendas???


Apenas algumas dicas:

- Durante o atendimento, nada de atender com entusiasmo, nem tão pouco comprometimento e honestidade. Trate o cliente com indiferença, seja arrogante. E, se o cliente quiser comprar, que compre. Se não quiser, que procure outro lugar. O que interessa é apenas tirar o pedido, enfiando goela abaixo um produto e/ou serviço;

- Não se preocupe com qualidade, nem de produto, nem de serviço. Cliente não entende de qualidade. O que cliente quer é "preço". Ou seja, venda preço e não valor;

- Reclame da vida. Fale mal da concorrência. Deixe transparecer através de sua postura e suas atitudes que você está de 'saco cheio' de exercer essa função;

 - Caso você seja um dirigente ou exerça um cargo de chefia e liderança, tenha sempre os funcionários mais baratos do mercado. Essa história de pagar bem é conversa. Empregado tem que ser tratado como merece – sempre com muita cobrança e feedback negativo. Aproveite a crise e coloque a culpa nela;

- Nunca treine seus funcionários ou permita o seu desenvolvimento. Se você treinar eles saem. Se forem melhores, também sairão. Nada de treinamento. Sua empresa não é escola de concorrentes.



Enfim, não se preocupe em perder clientes. Existem muitos clientes no mercado para perder. Afinal, os clientes que você perdeu o concorrente encontrou. Posicione-se!!!
LEIA O ARTIGO COMPLETO

15 de Março - Dia Mundial do Consumidor

Para o consumidor você é a empresa. Eles não sabem o que acontece por trás das portas com o aviso “SOMENTE PARA FUNCIONÁRIOS”. Eles não querem nem saber se o problema está na diretoria, no setor financeiro, no administrativo, no RH, no setor de informática, de compras, de vendas ou em qualquer outro setor. Para os consumidores, tudo isso é problema seu, e não deles. Então, respeite-os. Pois não seriamos nada sem eles!!!
LEIA O ARTIGO COMPLETO

Adaptabilidade

Na atual conjuntura, as pessoas devem gostar do que fazem, caso contrário precisam aprender a gostar e adaptar-se.
Adaptação vem com dedicação, motivação, muito entusiasmo e constante treinamento. Quem quer fazer algo, encontra um meio; quem não quer, encontra sempre uma desculpa. As coisas mudam, quer você queira ou não. Você só tem que escolher: Adaptar-se às mudanças ou sofrer com elas!!!


ADAPTABILIDADE: Aptidão e habilidade de viver em diferentes ambientes e situações.

Adaptabilidade é uma exigência no mundo do trabalho.
Como o emprego expande, diminui ou desaparece; colegas de trabalho e companheiros de equipe vão e vêm, e mudanças de tecnologias direciona-nos em todos os níveis, é preciso responder de forma eficaz aos eventos em mudança. E você só consegue isso com adaptabilidade

A pessoa que tem a capacidade de adaptar-se às novas situações, buscando cada vez mais interagir de forma adequada às diferentes exigências das mudanças em curso, dizemos que tem adaptabilidade a seu ambiente.


Adaptabilidade consiste na capacidade de reagir com rapidez às constantes mudanças de situações e ambientes, principalmente hoje em dia. Isto só é possível quando essa pessoa enxerga as mudanças com bons olhos, como uma oportunidade de reavaliar também suas posições.

Enfim, tem coisas que é necessário se adaptar. Algumas são mais fáceis, outras mais complicadas. Reinventar-se, não é fácil.

Adaptar-se é questão de sobrevivência no mundo moderno. Adaptar-se ao novo emprego, à empresa, ao ambiente de trabalho, à equipe, aos novos amigos, às novas experiências que se agregam à nossa vida, sem que nem mesmo tenhamos controle. Receber as mudanças de braços abertos e estar preparado para elas é não apenas necessário, como também admirável.  

Na realidade, hoje em dia, adaptabilidade atualmente tornou-se imprescindível para aquele que deseja ingressar no mercado de trabalho, bem como retornar e/ou se manter.


Por falar em ADAPTABILIDADE, pesquisas apontam que o ser humano é 10% vocação e 90% adaptação. Ou seja, viver é adaptar-se constantemente. Posicione-se!!!
LEIA O ARTIGO COMPLETO

A Importância da ABORDAGEM no Processo da Venda

A abordagem ao cliente é o primeiro passo para a formação de um real relacionamento e consequentemente uma venda.
Devemos ter em mente que a chegada, a forma de captar a atenção e a forma de buscar o cliente a uma reflexão de consumo, depende da abordagem. Lembre que nós só temos uma chance de causar a primeira boa impressão.

Abaixo descrevemos aspectos da abordagem que são frequentemente desprezados por muitos profissionais de vendas, e por isso são da mesma forma desprezados pelos clientes. Geralmente muitas vendas são perdidas única e exclusivamente por problemas de abordagem.
Como você aborda o seu cliente? Será que você não está assustando ao invés de ajudá-lo.
Quem nunca recebeu do cliente a resposta: "-Estou só dando uma olhadinha".

Abordar, segundo o dicionário Aurélio é aproximar, trazer para perto de si ou ir para perto de, e que na abordagem queremos trazer o cliente para perto de nós e dentro da loja. Então, aproveite estas dicas, faça uma abordagem magistral e garanta a sua venda, mas aborde primeiro pensando em formar um relacionamento, a venda é consequência.

==> Aborde de maneira contagiante, com um largo e expressivo sorriso, não há quem o rejeite. O sorriso abre portas, quebra gelo, derrete corações. Seja um vendedor(a) sorridente. Um sorriso conquista mais que um aperto de mão forte e firme, o sorriso não mente. Não puxe o cliente para dentro da loja, traga-o para dentro com um sorriso hipnótico.Tem gente que não gosta de ser tocada, mas todos gostam de um sorriso
Alem disso, cumprimente todos os clientes que entrarem em sua loja, pois são compradores em potencial;

==> Seja acessível e não se esconda na loja. Fique sempre em um lugar visível. Não seja o vendedor(a) sombra, se exponha mais, seja o vendedor(a) vigilante, atento aos movimentos do cliente, para que ele saiba onde você está se necessitar de ajuda. Saia do lugar comum, aborde o cliente agradecendo a sua visita de maneira calorosa “- BOM DIA, Seja bem vindo a nossa loja...”, O convencional já não vende mais, nunca use palavras negativas do tipo “- Pois não?” (e se ele disser não?), “- Posso ajudar” (é sua obrigação e ele sabe disso, e se ele disser não?). Tenha sempre uma postura vencedora;

==> Sempre se apresente e pergunte o nome do cliente, mas nada de jargões, seja natural, espontâneo e criativo;

==> Antes de fazer qualquer pergunta, sorria e faça contato visual com eles;

==> Inicie a conversa de maneira agradável, sem entrar direto no mérito da compra;

==> Dê um tempo aos clientes após cumprimentá-los. Aproxime-se deles novamente, de modo que faça uma pergunta que seja capaz de transformar a conversa na razão que os trouxeram à loja;

==> Sempre que possível, ofereça-os um atendimento personalizado;

==> Se for necessário, opine honestamente em relação às compras, pois isso fortalecerá a confiança deles em você, além de ser o correto a fazer;

==> Demonstre harmonia, melodia e ritmo. Como em uma música, na venda tudo tem de estar em sintonia. Sua aparência precisa estar em harmonia com o que está falando e vendendo. Você deve escolher as palavras certas para dizer ao cliente (isso é melodia). O ritmo da abordagem é o que dará o tom da venda – não acelere demais nem seja lento na frente dele;

==> Não deixe de manter contato com os clientes, mantenha-os sempre atualizados quanto às novidades de sua loja (Pós Venda).

==> Dê atenção a todos os clientes, mesmo que você já esteja atendendo outra pessoa. Para tal, aborde-os dizendo “-Estamos ocupados, mas num momento, alguém irá atendê-los. Fiquem à vontade para dar uma olhada pela loja”;

==> Tenha uma aparência de sucesso. pois a primeira coisa que o cliente compra é você através de sua aparência e postura. Então, mantenha sempre o seu uniforme impecável, bem como o trato de sua barba, cabelos e unhas. Aparente a realidade de seu cliente. Seja espelho para ele. Na verdade, a aparência incentiva o consumo.

Lembre-se: A abordagem deve ser no tempo certo, descontraída, espontânea, criativa, gentil, mas com firmeza, convicção e segurança. A forma como você aborda os clientes que entram em sua loja é fundamental e constitui o primeiro passo referente à venda. Por essa razão, é importante desenvolver ao máximo a eficiência de sua abordagem. Posicione-se!!!
LEIA O ARTIGO COMPLETO

Gestão de Pessoas e Vendas


Artigos, Matérias, Reflexões e Clipes

GESTÃO DE PESSOAS E VENDAS
Educação Corporativa & Comportamental

Palestras e Treinamentos com ênfase e foco na inteligência e no Equilíbrio Emocional

Revelar, Motivar e Reter Talentos

São um dos resultados que propomos em nossos serviços.

Antonio Dias
Consultoria em Gestão de Pessoas e Vendas
(21) 99684-9412
treinamento@artedevender.com.br
WWW.ARTEDEVENDER.COM.BR

LEIA O ARTIGO COMPLETO

A Arte do Saber Perguntar

A maioria dos profissionais sabe que a venda envolve fazer perguntas significativas. Jogar conversa fora diante do cliente em potencial, é o mesmo que rasgar dinheiro, principalmente na atual conjuntura. Perguntas de qualidade instigam o pensamento. Elas acabam fazendo com que os clientes pensem e viagem em suas necessidades e desejos de consumo. Sabendo perguntar, você conseguira ouvir o que quer e o que precisa para fechar uma excelente venda.

Vender é exercer certa influencia sobre outra pessoa, com o fim de induzi-la e persuadi-la a decidir-se a favor de nossa proposta. Só tem um jeito para captar a atenção de teus clientes.Sabendo perguntar. Ou seja, é imprescindível hoje em dia, aprender a fazer perguntas, perguntar o que ninguém perguntou e perguntar as coisas certas. Saiba o que perguntar mais do que falar. Isso fará de você um profissional diferenciado.

Saber perguntar é uma arte que poucos dominam - A habilidade de fazer perguntas com qualidade faz com que o profissional de vendas obtenha as informações necessárias para realizar excelentes vendas. O interesse genuíno pelas necessidades, desejos e motivações dos clientes, possibilita a construção de uma rede de relacionamentos sólida. É óbvio que não adianta apenas perguntar. É preciso ouvir empaticamente o que o cliente tem para dizer.

Perguntas nos despertam para aquilo que não sabemos. Perguntar é a única forma de chegar ao outro lado do desconhecido. Albert Einstein já dizia: “-Há perguntas que são tão boas, que não valem ser respondidas rapidamente”. Ou seja, a qualidade de qualquer resposta depende única e exclusivamente da qualidade da pergunta.

Toda resposta naturalmente é precedida de uma pergunta. Saber perguntar não significa apenas obter uma resposta qualquer. O desafio de saber perguntar é conseguir o tipo de resposta que se deseja. A verdade é que o ser humano precisa de estímulo para dar respostas. Quais são as respostas que você obtém dos seus clientes? Como são os estímulos dados aos seus clientes?

Do ponto de vista do vendedor, perguntar com qualidade demonstra interesse genuíno no cliente, cria sintonia, estabelece uma relação de confiança, vislumbra oportunidades, e assim, conhece as necessidades, desejos e motivações do cliente.

Do ponto de vista do cliente, receber uma pergunta com qualidade o ajuda a saber exatamente o que está precisando e/ou desejando. Ele se sente importante e reconhecido por ter alguém o ajudando a sair do estado atual para o estado desejado.

Como vimos em artigos anteriores, o saber ouvir é muito importante, mas o estágio superior da venda esta baseado fundamentalmente na eficácia da palavra. Se você sabe como conversar, perguntar, falar com sabedoria, você tem grandes chances de fechar excelentes vendas. No final das contas, você fecha uma venda principalmente pelo que diz, não pelo que ouve.

Uma rápida dica: Evite perguntas com respostas "sim" ou "não". Assim quando você abordar e/ou recepcionar o cliente, evite perguntas que possam ser respondidas com uma simples palavra como “sim” ou “não”, pois elas limitam suas chances de desenvolver um relacionamento mais pessoal com o cliente. Lembre-se: Aprende quem faz perguntas e não quem responde. Posicione-se!!!



LEIA O ARTIGO COMPLETO